30 de dez de 2009

Programas com malhação na areia e natação são opção às academias

O empresário Victor Lacerda, 23 anos, gosta de manter o corpo em forma, mas já andava cansado de academias. Depois de ter interrompido seu programa de exercícios várias vezes devido às dificuldades para conciliar o tempo de malhação com as atividades profissionais, encontrou uma solução que considera perfeita: um horário personalizado e um ambiente inspirador que é a praia.

Além disso, o programa de exercícios montado pela professora de educação física e personal trainer Mônica Medeiros inclui não só exercícios na areia, mas também natação. “É muito bom poder fazer exercícios em uma área aberta, em contato com o mar. Além de manter a forma, fico, com certeza, bem mais tranquilo”, avalia Lacerda.

Este tipo de combinação para manter a forma tem cada vez mais adeptos. Segundo Mônica, que tem outros alunos, as aulas na praia também combatem o estresse. “O ambiente ajuda a manter a concentração”, diz.

Além disso, a água do mar oferece maior resistência ao corpo, o que faz o exercício ter ainda mais resultados. “Estar em um lugar diferenciado, como a orla, já é um ganho”, diz Mônica Medeiros.

Cuidados - Mas começar um programa desses, principalmente o de natação, necessita da observação de alguns cuidados básicos. O principal é ter acompanhamento especializado. “São necessários exercícios de alongamento, saber a sua capacidade física, além de ter um programa de exercícios específico”, explica Mônica Medeiros.

Para os exercícios na água, é necessário dominar fundamentos de natação. Ainda assim, mesmo para quem já tem experiência em piscina, é bom lembrar que as condições do mar são bem diferentes. “No mar você tem o movimento das marés, as correntezas e a densidade do mar é bem maior do que a da piscina por conta do sal. Daí que o esforço para nadar vai ser bem maior”, acrescenta a personal trainner.

Referência - Por outro lado, diferente da piscina, no mar não dá para ter referência. “O ideal é escolher uma praia tranquila, evitar os dias de mau tempo e estar sempre acompanhado por alguém”, completa Mônica Medeiros. Uma dica também é escolher as praias que têm postos de salva-vidas e horários em que o sol está mais ameno. Os exercícios de alongamento, antes de começar, são fundamentais para evitar problemas como as cãibras durante o exercício na água.

Outra dica é procurar não se afastar muito da margem. Também é bom lembrar que, quem vai à praia como programa de final de semana, não deve imaginar que é possível fazer um programa de exercício de natação. Cuidado com o tempo dedicado à atividade para não sobrecarregar o corpo . Mesmo para esta natação de lazer é necessário fazer aquecimento.

Clubes - Uma outra modalidade de exercício que tem ganhado adeptos na praia é a corrida. Mas é necessário muito cuidado antes de se começar a atividade, pois ela não é recomendada para todo mundo e requer bastante esforço.

Para quem já sabe que reúne condições para este tipo de exercício, mas ainda não está animado, uma opção é se inscrever nos clubes de corrida.

“Os clubes proporcionam uma maior interação. Além do exercício físico é possível conhecer novas pessoas, fazer viagens. Assim, a atividade física se transforma em uma prática ainda mais prazerosa”, destaca o professor de educação física e personal trainer Marcelo Caetano.
Segundo Caetano, que coordena um clube de corrida, este tipo de atividade física tem resultados significativos. “A corrida é um exercício que proporciona aumento de força nos membros inferiores, dando uma maior agilidade”, acrescenta.

E as praias de Salvador são os endereços mais frequentados pelos integrantes deste tipo de grupo. Caetano, por exemplo, tem a Praia do Jardim de Alah como um dos locais favoritos para levar seus alunos do clube. Alguns deles também aderiram à prática de natação.

Nenhum comentário: