23 de dez de 2009

Exercícios de força e de potência trazem resultados semelhantes

Para ganhar massa muscular, as academias geralmente recomendam treinos de força.

Levantar altas cargas de peso ou erguer rapidamente pesos leves aumentam a força e tamanho dos músculos da mesma forma, indicam pesquisas da Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP.

Para ganhar massa muscular, as academias geralmente recomendam treinos de força (aqueles em que a pessoa precisa erguer lentamente um peso de 70% do peso máximo que consegue levantar, em séries de 4 a 12 repetições).

Porém, não é comum prescrever treinos de potência, em que a pessoa ergue o mais rápido possível 30% a 60% do peso máximo (o número de repetições varia de 4 a 8). Mas, pelo menos em curto prazo, estudos mostram que os resultados são semelhantes.

Nos jovens acompanhados, o treino de potência fez com que a espessura das fibras musculares aumentasse, em média, 14% e a força, 17%. Já naqueles que fizeram o treino de força, o aumento foi de 24% e 22%, respectivamente.

Nos idosos com treino de potência, o crescimento foi de 3,9% e 33,8%.Nos que fizeram o treino de força, os músculos aumentaram 5,5% e a força 42,7%. Segundo os pesquisadores, as quantidades estão “tecnicamente empatadas”.

Com o exercício, as fibras musculares aumentam de volume, já que a tensão ativa a fabricação de novas proteínas dentro do músculo. Além disso, há crescimento da força do músculo estimulado.

Os dados com idosos foram obtidos em 2008, durante o mestrado da educadora física Lilian Walerstein, e os com jovens em 2006, durante o mestrado do bacharel em esporte Leonardo Lamas. Lilian submeteu 56 idosos a exercícios por 16 semanas, e Leonardo, 29 jovens, por 12 semanas.

Lamas retirou, com uma agulha, amostras de fibras musculares dos jovens para avaliar o seu crescimento. Já Lilian utilizou a ressonância magnética para avaliar a hipertrofia. Essa técnica mostra imagens dos músculos e tem uma precisão muito maior.

Nenhum comentário: