20 de ago de 2010

Exercícios físicos pioram a azia crônica?

http://www.educacaofisica.com.br/destaques/home/imagens/1908_44.jpg


Pesquisas mostram que tudo é uma questão de escolher o exercício certo.

Para quem sofre com azia crônica, minimizar os exercícios pode parecer óbvio. Muita corrida ou saltos podem induzir o refluxo do conteúdo ácido do estômago. Com algumas precauções, porém, o tipo certo de exercícios na verdade pode melhorar essa condição.

Estudos descobriram que sessões curtas de exercícios moderados pelo menos algumas vezes por semana podem reduzir o risco de refluxo gastroesofágico, em parte porque reduz o índice de massa corpórea, um fator de risco essencial para o problema.

Um estudo, publicado em 2004 e que incluiu mais de 3 mil pessoas que relataram ter refluxo, descobriu que uma sessão de exercícios de meia hora no mínimo uma vez por semana (associada ao consumo de alimentos com alto teor de fibra) ajuda a reduzir pela metade o risco de apresentar essa condição.

Duas medidas podem ajudar: evitar alimentos duas horas antes de praticar exercícios e ficar longe de bebidas isotônicas com muito carboidrato.

O exercício específico, porém, é crucial. Cientistas descobriram que atividade aeróbica com maior “agitação do corpo”, como corrida vigorosa, acaba induzindo o refluxo ácido, até mesmo em pessoas que não têm azia crônica. Exercícios menos agitados – como pedalar numa bicicleta ergométrica, por exemplo – causam menos problemas.

Outro fator é a posição do corpo. Levantamento de peso com os braços, musculação nas pernas e qualquer outro exercício que envolve ficar deitado aumentam muito o risco de refluxo. Um estudo de 2009 mostrou que surfistas apresentam risco muito maior de apresentar refluxo gastroesofágico do que outros atletas.

“Remar de bruços sobre a superfície da prancha de surfe leva a um aumento da pressão intra-abdominal”, escreveram os autores do estudo.

do The New York Times

Nenhum comentário: